quarta-feira, agosto 31, 2005

Abastecimento público de água.
Para alguém que habita na urbe (!!) da Vestiaria é uma realidade inaceitável, mas que perdura desde a minha infância. São perdas incomensuráveis de água devido a rupturas, estradas esventradas e horas de ausência de um dos bens mais preciosos. Não falta nada, só a o facto deste assunto não ser considerado uma prioridade. Incrível não é? Ser preciso uma seca ou eventualmente umas eleições para que alguém se lembre que a 1 km da sede do concelho falta água em todas as semanas do Verão (e não só!!).

1 comentário:

Cristóvão Matos disse...

Isto é mais um reflexo da crónica falta de planeamento em Alcobaça, que já se arrasta há muitos anos. Mas a junta também tem responsabilidades. Não raras vezes aconteceu alcatroarem-se estradas para pouco tempo depois serem abertas para colocação de cablagem de telecomunicações, esgotos, etc...

Como é que se explica que não tenha havido ainda uma intervenção séria para resolver esse problema? Adianto duas respostas possíveis: 1- obviamente, custos; 2- porque o impacto provocado pelas obras custa mais votos do que uns cortes esporádicos.