quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Já temos uma Carta Educativa...

Ficámos a saber, pela imprensa local, que foi aprovada a Carta Educativa de Alcobaça. Pouco mais tenho a dizer a não ser o seguinte: como pode um documento tão importante ser aprovado sem uma participação mais abrangente? A vereadora da oposição criticou o pouco tempo disponível para apreciação, talvez seja esse o motivo da abstenção... não sei. Ainda passei pelo site da CMA à procura de um documento, mas apenas encontrei as notícias triviais. Poderá ter sido a minha inépcia...
As notícias na imprensa revelam as apostas estafadas que todos conhecemos e projectos emblemáticos dos quais sabemos apenas o nome. Não quero fazer juízos de valor sem conhecer o trabalho, mas esta forma de lidar com a política sem lidar com o cidadão começa a ser no mínimo revoltante.
Já não há paciência. Sinceramente.

10 comentários:

José Alberto Vasco disse...

Olá Miguel! Estava a ver que nos tinha abandonado... Nesta questão lamento também o comportamento das chamadas "oposições locais", que, segundo me parece, continuam também muito mais preocupadas com questões pontuais do que com questões de fundo... Alcobaça deveria exigir muito mais de todos eles!

Anónimo disse...

Olá amigo desaparecido! Seja bem aparecido.Quanto ao assunto da carta educativa, direi que ambos (Zé e Miguel)têm razão.Acrescentarei que também, os orgãos de comunicação local têm dado pouco relevo ao assunto, passando-lhe quase pela rama.Lamentável.Nabais

Nuno Pereira disse...

Neste documento, como também em relação a outros, poderá se afirmar que a táctica é sempre a mesma, a do facto consumado.

Os documentos são apresentados e votados, qualquer tentativa feita nos orgãos autárquicos para que sejam acrescentadas algumas propostas, corrigidos erros evidentes, esbarram sempre "contra a parede" da posição intransigente dos executivos.

Quanto à posição das "oposições locais" aqui criticada, convido-os a visitar ps-alcobaca.blogspot.com, onde poderão ler na íntegra as intervenções tidas nos diversos orgãos autárquicos. Aproveito desde já para convidá-los a participar com os vossos contributos.

Cumprimentos,
Nuno Pereira

José Alberto Vasco disse...

Caro Miguel: fonte muitíssimo bem colocada do PS/Alcobaça teve a amabilidade de me enviar a informação de que essa Carta Educativa apenas foi ainda aprovada em reunião da Câmara Municipal, com a abstenção dos veredores da oposição. Informou-me a mesma fonte que as razões dessa abstenção da vereadora do PS estão publicadas no blogue ps-alcobaca.blogspot.com , onde podem ser consultadas. A mesmíssima fonte teve também a amabilidade de me enviar cópia da parte daquele documento que foi facultada ao seu partido. Vou ler ambas e ver se tenho alguma coisa a dizer e caso o Miguel queira posso reenviar-lhe a segunda. Todavia, mantenho a minha crítica ao comportamento das "oposições locais", que continuo a ver fazer poucas vezes "política na rua", junto dos potencialmente verdadeiros interessados nesta coisas. Da minha parte, o mais que posso agora fazer é divulgar o que tenho em meu poder sobre este assunto, a quem mo solicitar para o meu democrático endereço javasco@sapo.pt

José Alberto Vasco disse...

No meu anterior comentário esqueci-me de referir que a referida fonte do PS/Alcobaça me informou também de que essa proposta de Carta Educativa será durante a próxima semana apresentada em reunião do Conselho Municipal de Educação, sendo a 28 deste mês apresentada a votação na Assembleia Municipal, aí sim com provável carácter definitivo...

capeladodesterro disse...

Concordo plenamente em relação à invisibilidade da oposição. Há uma dificuldade tremenda dos partidos da oposição em conseguirem passar a sua mensagem. Esta é uma questão fulcral na política local, da qual toda a gente foge. Digo mesmo que é um dos pilares essenciais de qqr debate sério sobre o futuro de Alcobaça. Afinal porque não ouvem a oposição? Não será apenas desinteresse da comunidade. De qualquer forma este assunto merece outra dimensão de reflexão....

capeladodesterro disse...

Em relação à carta educativa agradeço ao JAV qqr informação. Infelizmente nem a imprensa local se dá a esse trabalho.
Ainda bem que será apresentada no Conselho Municipal de Educação, de onde sairá a proposta definitiva, mas com o cidadão a ser relegado para o papel de mero observador... externo.

capeladodesterro disse...

Já agora... como é que podem dizer tão mal da blogosfera? Quando até um dos nossos mais ilustres bloggers se disonibiliza a facultar informação pública! Parabéns JAV

José Alberto Vasco disse...

Olá Miguel! Essa informação foi-me disponibilizada no seguimento de alguns comentários a esta sua postagem. Não tem de me dar os parabéns por nada, nem me considero assim tão ilustre como isso... I'm only a poor and lonesome cowboy...

Anónimo disse...

discutir carta educativa!?!? mas como poderiam discutir o que não sabem! e que crédito podiam ter quando boa parte das oposições compõem-se de pessoas que nem a escolaridade obrigatória possuem ...valha-me Deus !